Posts Tagged cachaça

Matou a cobra e – felizmente – não fez mais nada

Bêbado trava luta com cobra, vence por 6×2 mas se dá mal
 
Nesta tarde de segunda feira no Bairro Planaltina aconteceu um fato extremamente curioso. Algumas pessoas bebiam em um bar/clube de propriedade de “Neguim” dos Casseteiros – como é conhecido em toda a região – inclusive o próprio Neguim (dono do bar, do clube e da banda mais popular da cidade “Os Casseteiros do Forró”). Quando de repente alguém grita “olha uma cobra” e isso foi o suficiente para causar um grande frenesi no pessoal, que já estava em estado alcoólico elevadíssimo.
 
Daí as pessoas começaram a tentar pegar a cobra com a mão, bater de chinelo e puxar pelo “rabo”. Pra completar o desatino, alguém disse “essa cobra veio mandada, isso é coisa feita e eu já sei quem mandou”. O “Neguim” então disse que tinha o “corpo fechado” e partiu pra pisar a cobra de pé. Ao pisar na cobra pelo meio, a mesma lhe mordeu na perna. Então ele “agarrou” a cobra, porém como não pegou próximo a cabeça, levou mais uma “picada” no braço. Chateado disse que iria morder a cobra também, pegou-a pelo pescoço e apertou; quando a cobra pois a língua “pra fora” ele mordeu arrancando o pedaço e depois deglutiu com cachaça. Deu-lhe mais uma mordida, dessa vez na cara da cobra.
 
Enrolando a cobra no braço deu-lhe mais algumas mordidas e depois começaram a “bater” uns nos outros com chicote de cobra. Resultado: por volta de 23:00h passando o efeito da cachaça, eis que surge o efeito do veneno e o mesmo começou a sofrer convulsões. Levado ao Hospital, na falta de médico, soro anti-ofídico e demais procedimentos, foi encaminhado a Bom Jesus onde foi internado e seu estado ainda é delicado.

 
Demorou, mas aconteceu: O “causo” perfeito, redigido de maneira ideal e publicado em jornal, a fim de virar Verdade Absoluta. Aposto que todo mundo conseguiu visualizar a cena em sua imaginação, certo?
 
Agora abstenho-me de qualquer outro comentário, para não haver o risco dessa pérola jornalística ser maculada por alguma observação infâme do autor deste blog.

Post to Twitter Post to Facebook Send Gmail

,

Nenhum comentário.